28 de junho de 2011

O Abraço...

O amor e a arte não abraçam o que é belo, mas o que justamente com esse abraço se torna belo.

Vocês já pararam pra pensar na importância e no bem que nos faz um abraço? Um abraço sincero, seja: da Mãe (o melhor), do Pai, do Amor, dos Amigos, dos Avós... seja de quem for, nos traz sempre alegria, não é?
Dizem os orientais que, quando abraçarmos uma pessoa querida a quem amamos, devemos fazer da seguinte forma: inspirando e expirando três vezes, e aí sua felicidade se multiplicará pelo menos dez vezes.
O efeito terapêutico do abraço é inegável.
Diante disso não podemos esperar para abraçarmos a quem queremos bem.
Se você estiver sentindo um vazio interior, tente abraçar o seu amigo, deslizando delicadamente a mão sobre as costas dele, para que o possa sentir junto a você.
Nos Momentos de dor e de alegria é que vemos o bem que um grande e demorado abraço nos causa.
Pelo abraço:
Transmitimos emoções;
Recebemos carinho;
Trocamos afeto;
Compartilhamos alegria;
Amenizamos dores;
Demonstramos amizade;
Doamos amor;
Expressamos nossa humanidade.
Um abraço é algo espantoso... é a forma perfeita de mostrar o amor que sentimos, mas que palavras não podem dizer.
Então... vamos abraçar a quem amamos!

Um comentário:

Dâmaris disse...

siim, como amooo abraçar... amei o post flor. Bjooo