9 de janeiro de 2012

O Kama Sutra

Amigas, esses dias em uma viagem, comprei no aeroporto uma versão do livro KamaSutra, já estava querendo comprar, mais sempre esquecia. Comecei a ler e, achei muito interessante, recomendo!
Vou postar pra você sum pouco da história do famoso Kama Sutra, apelidado por muito como: "a bíblia dos casais".
O Kama Sutra foi escrito para a nobreza da Índia por um nobre Vatsyayana, em alguma época entre 100 e 400 d.C. Escrito originalmente em sânscrito, está inserido na concepção de mundo da religião hindu. Seus ensinamentos, embora conduzam ao prazer, visam, em primeiro lugar, à elevação espiritual do homem, em sua trajetória religiosa.
 
Kama significa amor, prazer, satisfação. É um dos três sustentáculos da religião hindu. Os outros são Dharma e Artha. Dharma é o mérito religioso e Artha a aquisição de riquezas e bens.
 
Os hindus acreditavam que aquele que praticar Dharma, Artha e Kama, sem se tornar escravo das paixões, conseguirá êxito em todos os seus empreendimentos. Em outras palavras, deve-se desfrutar as riquezas e os prazeres sexuais sem jamais perder a virtude religiosa.
 
Naqueles dias, o nobre típico hindu levava uma vida de luxo ocioso e tinha bastante tempo livre para se dedicar, se assim o desejasse, ao aprendizado e ao aperfeiçoamento das habilidades sociais, sexuais e artísticas descritas em livros como o Kama Sutra.
 
Esperava-se do cidadão ideal que dedicava sua vida à conquista de três metas:
Darma - aquisição de mérito religioso;
Artha - aquisição de riquezas e
Kama - aquisição de amor ou prazer sexual.
 
O Kama Sutra pretendia ajudar na terceira destas metas. Estas três metas possuem suas contrapartes modernas. Muitos de nós não somos tão voltados para a religião,mas buscamos desenvolvimento pessoal e realização; muitos de nós não aspiram grandes riquezas, mas sim ter o dinheiro suficiente para viver confortavelmente; e a maioria de nós quer um relacionamento sexual carinhoso.
 
O Kama Sutra era destinado aos homens, pois as mulheres na época eram submissas demais, mas isto não quer dizer que ele ignora as necessidades femininas.
“Em resumo, a pessoa sagaz e prudente, que leva em conta Dharma, Artha e Kama, sem se tomar escrava de suas paixões, é bem-sucedida cm todos os seus empreendimentos.”

3 comentários:

SHEYLA - DMULHERES disse...

O sexo visto assim, parece tão natural, afinal o é , realmemte, mas, nos encobrimos de falsos moralismos para que não vejamos a beleza do sexo.
Boa semana
bjoss
Sheyla.

Diary of a Princess disse...

Oi Linda! hihihi
vim desejar um feliz ano novo

Beijos

Khenberly disse...

linda fala mais auqi do kama sutra ameiiiiiiiii saber mais
bexzossssssssss


http://guriabunitabykhen.blogspot.com/

Hotéis